ESCOLA É LUGAR DE APRENDIZAGEM, EDUCAÇÃO VEM DE CASA!

banner-paginas-posts


A base da educação vem do respeito, amor, carinho, diálogo. Inicia-se na família, onde os primeiros ensinamentos acontecem, na medida que a criança vai crescendo e aprendendo os valores, disciplinas, regras.

A partir deste momento a criança entra na escola, começa a aprender e fortalecer esses valores através de sua convivência na instituição.

“ A escola tem o papel de ensinar, e o educar vem de casa”.

Cada um tem seu papel definido, os pais educam e a escola ensina. Um complementa o outro, são parceiros na formação desta criança.

Desta forma, ensinar é instruir, repassar conhecimento, e a escola tem o papel de estimular a criatividade, trabalhar para o desenvolvimento da criança na área intelectual, afetiva e psicossocial, a escola prepara a criança para sua vida futura, enquanto a família educa para formar o caráter, colocar limites, responsabilidade, solidariedade entre outros valores que aprendemos e ensinamos, pautado no respeito para garantirmos uma boa convivência em nosso contexto sócio cultural, e preparar a criança para absorver o conhecimento.

Hoje em dia é comum nos depararmos com pais que apresentam dificuldades para educar seus filhos, onde muitas vezes se mostram perdidos e em dúvida sobre em que momento devem ser rígidos ou não na educação, e muitos acabam repassando a responsabilidade para a escola resolver as inseguranças em relação a educação de seus filhos, o que acaba atrapalhando o trabalho que realmente compete a escola que é ensinar e repassar conhecimento.

Desta forma, tanto os pais como a escola perdem totalmente a sua essência, e a criança acaba recebendo informações e educação de forma deturpada, pois, ela acaba não recebendo a educação adequada em casa e acaba não aprendendo na escola, traduzindo esse desequilíbrio traz sérias dificuldades em sua vida e em seu contexto social.

Percebo em meus atendimentos clínicos, que há muitas queixas por parte dos pais sobre a dificuldade que tem em relação a impor limites e regras na base da educação, pois, com a rotina diária cada vez mais corrida por conta de trabalho, os pais acabam se sentindo culpados por não se sentirem mais próximos dos filhos e tendem a serem mais permissivos com a educação dos filhos, buscando uma sensação de compensação. Vejo pais perdidos, que necessitam de acolhimento e coragem para agir sem culpa.

Em momentos que deparamos com dúvidas e dificuldades, o melhor a se fazer é recorrer ao auxílio, se informar, antes de agir por impulso e ter que lidar com arrependimentos e culpas, nesses casos e em muitos outros, a psicoterapia é muito bem recomendada. Na terapia o psicólogo ajudará no entendimento e superação dos conflitos, angustias presentes nessa dinâmica familiar, para que se reestabeleça uma relação saudável entre pais e filhos.

Ana Lúcia Moreira do Couto CRP -28436-8

Psicóloga Clínica e Psicopedagoga

 *O material deste site é informativo, não substitui a terapia ou psicoterapia oferecida por um psicólogo.


Rua do Grito 133, Ipiranga – Próx. ao metro Sacomã

contato@equilybra.com.brequilybrapsicologia@hotmail.com

CRP/PJ: 4997-J

icone-face icone-instagram icone-youtube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.